Início do conteúdo

Memorial IFRS Campus Sertão/NuMem

O Memorial do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) – Campus Sertão, integrado ao Núcleo de Memória do IFRS do campus, foi criado em 2016 com o objetivo de preservar e difundir a memória do campus e sua comunidade. Atualmente é coordenado pela presidente do NuMem IFRS Campus Sertão, Elisa Iop, e vem desenvolvendo exposições e ações de divulgação da memória do campus e sua comunidade.

O Memorial do IFRS – Campus Sertão, foi criado oficialmente em dezembro de 2016, com a aprovação de seu Regimento Interno, com objetivo de “preservar, conservar e difundir a memória da instituição, potencializando a interação da sociedade com a produção científica, técnica, tecnológica e cultural, além dos testemunhos históricos de seus personagens” (Regimento Interno do Memorial, 2016). Entre seus antecedentes que incentivaram sua criação, podem ser destacados a oficina criativa “IFRS – Campus Sertão: fragmentos de uma história”, por ocasião do X Encontro de Ex-Alunos e Ex-Servidores em 2011, e a construção da árvore genealógica da instituição, em 2016.

Prédio da antiga Estação Experimental de Trigo de Passo Fundo, atualmente sede do NuMem/Memorial do IFRS Campus Sertão. Acervo: NuMem IFRS Campus Sertão

Sua existência preserva a longa trajetória de existência do IFRS Campus Sertão. Em 28 de novembro de 2017 (ano em que a instituição completou 60 anos) o espaço físico do Memorial, o prédio central da então conhecida como “Estação Experimental de Passo Fundo” (1937-1969), atual Setor de Cultura e Artes,  foi oficialmente inaugurado com a exposição de caráter permanente intitulada – “IFRS – Campus Sertão: fragmentos da nossa história”.

Inauguração do Memorial do IFRS Campus Sertão. Realizam o ato de inauguração a coordenadora do Memorial, Elisa Iop, e o Diretor-Geral do IFRS Campus Sertão, Odair José Spenthof (28.11.2017). Acervo: NuMem IFRS Campus Sertão.

Atualmente, o Memorial integra o Núcleo de Memória (NuMem) do IFRS Campus Sertão, com a coordenação de Elisa Iop, funcionando como lugar de memória, com espaço físico de guarda e mostra de acervos da instituição, divulgados por meio de exposições e ações educativas, assim como disponível para pesquisas. Seu acervo documental, composto por fotografias, documentos manuscritos e impressos, objetos tridimensionais e entrevistas, contribuem para compreensão da história e das memórias do campus e sua comunidade escolar.

O IFRS Campus Sertão completará 65 anos de existência e uma exposição comemorativa foi organizada pela Comissão Especial de Organização das Comemorações e pelo NuMem Sertão no Memorial do campus – maiores informações encontram-se neste link. Confira lá!

O acervo do Memorial/NuMem IFRS Campus Sertão encontra-se em processo de catalogação, sendo parte dele disponível no site do NuMem da Reitoria do IFRS. No repositório é possível encontrar até exemplares digitalizados disponíveis para consulta remota. Você pode consultá-los por meio deste link.

Fim do conteúdo